O Anticristo

por Wesley Cavalheiro

A palavra ‘anticristo’ é definida na bíblia como ‘um espírito’ de oposição aos ensinamentos de Cristo. A tradição evangélica crê que este espírito será personificado à época do ‘fim de todas as coisas’, ou seja, que haverá, em algum momento da história, uma pessoa que liderará o mundo. E que essa pessoa organizará a sociedade com base em fundamentos opostos aos fundamentos de Cristo, onde todos os cidadãos poderão ser controlados através de uma marca na mão ou na testa à semelhança da marca que os romanos impunham sobre seus escravos ou à que era colocada nos prisioneiros dos campos de concentração durante a Alemanha nazista, e que seria o número 666. Este Anticristo, por fim, seria derrotado por Cristo em sua segunda vinda, quando se estabelecer seu reinado milenar. Entretanto, há outros pontos de vista.

Para alguns cristãos esta personificação já ocorreu em alguns personagens da história, como por exemplo, o Imperador Romano Nero (0037 – 0068). A história registra que, em vários momentos, diferentes correntes cristãs acusam-se umas às outras e a certos movimentos religiosos a designação de ‘anticristos’ como, por exemplo, o Cisma Papal, as Cruzadas (referindo-se a Maomé), a Reforma Protestante (referindo-se ao Papa), e a Contrarreforma (referindo-se a Lutero). Pessoas há que satanizam tudo ou todo aquele que se opõe, ou mesmo, de alguma maneira, é diferente do que pensam, são, ou creem.

João, o apóstolo, em sua primeira epístola universal menciona a existência de ‘muitos anticristos’[1], sem definir sua época.

É interessante observar que o próprio Cristo, quando encarnado em Jesus, foi chamado de anticristo. O relato bíblico nos leva a observar que Jesus foi morto por ser considerado o anticristo dos judeus. Os judeus esperavam um Cristo, um Messias. Mas Jesus não se encaixava nos parâmetros do que eles consideravam “O Cristo”. Para os religiosos judeus da época, o Cristo deveria ser um guerreiro revolucionário que os libertasse do jugo dos romanos. Mas Jesus não só não foi esta pessoa como expressou que ‘a ideia do Pai’ era completamente diferente. Ele se tornou uma ameaça. Então passou a ser o anticristo na visão dos religiosos amantes da religião e do poder que ela a eles conferia até para decidir como “o Cristo” deveria ser[2].

Estes fatos me conduzem a duas constatações. A primeira é que, embora o mundo sempre tenha tido pessoas que fizeram atrocidades, pessoas más, aprendi que o Diabo tem muitas formas de se apresentar, utilizando-se de diferentes instrumentos e disfarces, mas com um único propósito: desviar a atenção e o coração do ser humano de Cristo. Como já expusemos anteriormente, as pessoas clamam por um ‘novo mundo’ e esperam alguém que lhes proporcione uma nova vida. Este alguém pode ser uma pessoa, mas também pode ser uma instituição. Por que não? E, da maneira como a raça humana está se caracterizando, tornando-se a cada dia mais ‘bestializada’, ou seja, fica a cada dia mais parecida com o próprio Diabo. Ela anseia por alguém, ou algo, que encarne seus valores e ideais ‘bestializados’. Este alguém terá, provavelmente, uma liderança carismática, popular. Terá ampla aprovação e apoio porque vai proporcionar a ‘bestialização’ que alimentará as ‘bestas’. Daí, minha segunda constatação.

Corre uma história pela Internet, atribuída à tradição indígena norte-americana, que diz que dentro de cada pessoa há dois cachorros: um deles é cruel e mau; o outro é muito bom. Os dois estão sempre brigando. O que ganha a briga é aquele que cada um de nós alimenta mais frequentemente. Descobri, então, o potencial anticristo: basta me olhar no espelho.

Paulo, o apóstolo, escreveu sobre si mesmo “Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço[3]. O cachorro mau é a minha sombra, meu lado oculto, aquilo que sou, mas que não gostaria de ser, e que nunca vou deixar de ser – meu espinho na carne[4]. O lado que eu nego, escondo, disfarço, combato e resisto. E quanto mais o espezinho, mais ele se fortalece. Sou capaz de atrocidades. Meus defeitos, medos, complexos, o que acredito ser impróprio e inconveniente, preconceitos, invejas, rancores, ódios, tudo o que me prejudica e prejudica às pessoas que me cercam, compõem variáveis e condicionantes do meu dia a dia, criando e acarretando situações monstruosas mas que, de tanto prevalecerem, com elas vou me acostumando de tal modo que a sombra passa a ser simplesmente ‘meu jeito’. O ego racionaliza, explica e, sobretudo, justifica, afinal, precisamos ser aceitos. Não podemos ser piores do que ninguém e, de preferencia, devemos ser melhores que os outros. A sombra surge e se desenvolve com a benção do meio em que crescemos e vivemos. Trata-se de uma teia, uma rede, na qual todos estamos presos.

Paulo continua seu discurso: “Quem me livrará do corpo desta morte? Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor[5]. Entendo esta expressão de Paulo como uma forma de trazer luz sobre a sombra. “Ora, a mensagem que, da parte dele, temos ouvido e vos anunciamos é esta: que Deus é luz, e não há nele treva nenhuma…[6]. É um convite para que ao invés de negar a sombra, nós a aceitemos; ao invés de escondê-la, expô-la; ao invés de disfarçá-la, desmascará-la; ao invés de combatê-la, assumi-la; ao invés de resisti-la, torna-la parceira. Só há um meio de vencer a sombra: focar luz. Ao invés de atacá-la, aprender a utilizá-la para o bem, para o crescimento e desenvolvimento pessoal. Alimentar o cachorro bom é focar a luz divina sobre a alma.

Os pequenos anticristos são aqueles que não trazem luz sobre suas próprias sombras, e as projetam sobre os outros e sobre suas debilidades. O Anticristo encontra seu ambiente perfeito em meio a eles. Essa é a razão de tanto julgamento entre as pessoas – e, assim, a ‘bestialização’ da sociedade, da raça humana é candidamente aceita. Concordo que este talvez seja o motivo maior do crescimento e da resistência de várias doenças: almas doentes se expressam por meio de corpos e mentes. Satanás é autofágico: para sobreviver, consome a si mesmo. Assim também seus seguidores, as miniaturas de anticristos.

Que Deus me conceda Graça para em cada dia, sete dias por semana, cada semana do mês, durante todo o ano, ter a luz divina esquadrinhando cada canto de minha mente, coração, da minh’alma.

Medite: 1) Qual o meu lado mais tenebroso, a minha sombra? 2) Sou condescendente com minha sombra ou trago luz sobre ela? 3) Como trazer luz sobre a própria sombra?

Palavras de sabedoria: “Só há um meio de vencer a sombra: focar luz. Ao invés de atacá-la, aprender a utilizá-la para o bem, para o crescimento e desenvolvimento pessoal. Alimentar o cachorro bom é focar a luz divina sobre a alma.”

Sabedoria da palavra:Deus é luz. (Bíblia, RA, 1 João 1. 5-7)

Viva compaixão

Wesley W. Cavalheiro é Coach Pessoal, Profissional, Executivo, e Corporativo, com Certificação Internacional pelo GCC – Global Coaching Community (Alemanha), ECA – European Coaching Association (Alemanha/ Brasil), ICI – International Association of Coaching Institutes, e Metaforum Internacional – Akademie Für Kompetenzentwicklung (Itália/Alemanha/Brasil). Contatos: <www.Lumen4You.net>



.

.

[1] Bíblia, RA, 1 João 2.18; 4.3

[2] Caio Fábio D’Araújo Filho em “Você é o Anticristo?”, publicado em http://www.caiofabio.net/conteudo.asp?codigo=05060.

[3] Bíblia, RA, Romanos 7.19

[4] Bíblia, RA, 2 Coríntios 12.7

[5] Bíblia, RA, Romanos 7.24,25

[6] Bíblia, RA, 1 João 1.5-7

Sobre Wesley Cavalheiro

Coach Pessoal, Profissional, Executivo, e Organizacional com Certificação Internacional. Treinador comportamental formado pelo Instituto de Formação de Treinadores.

Publicado em quarta-feira, julho 18, 2012 @ 16:48, em Ponto de Vista, Sem categoria, Wesley Cavalheiro e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 723 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: