Filhos e o dinheiro

por Wesley W. Cavalheiro*

Legado é qualquer coisa, conhecimento, bens materiais ou culturais, que se transmite às gerações seguintes. Todos deixamos um tipo de “rastro” a ser seguido pelas futuras gerações. Alguns deixam coisas que se perdem ou que foram destruídas pelo tempo, outros deixam “essências”, preciosidades que as farão serem lembradas por anos a fio, uma herança existencial e espiritual.

Antes mesmo do nascimento, os pais projetam fantasias conscientes e inconscientes do que esperam dos seus futuros filhos. Espera-se que esses futuros filhos tenham alguma parte dos pais como forma de legado. Os comportamentos dos filhos, em geral, guardam uma relação direta com estas expectativas e suas frustrações. Transmitimos para a geração seguinte mais do que conhecimento. Transmitimos um espírito que molda caracteres e estabelece valores.

Conheço um casal cuja filha tem os estudos patrocinados por uma tia, uma vez que luta com dificuldades pelo pão de cada dia. A tia, ao efetuar uma visita à casa da irmã foi apresentada à nova televisão da família. O que deveria ser motivo de alegria pelo progresso financeiro alcançado, revela um dado curioso: o valor da TV era da mesma ordem de grandeza que a anuidade do colégio da filha. Assim, cabe a pergunta: qual a herança e qual o legado que a criança está recebendo? A herança pode ser uma TV, mas o legado é o da inversão de valores. A criança está sendo subliminarmente ensinada a inverter prioridades no uso do dinheiro. E assim, um legado emocional é transmitido geração após geração.

Conheço outro casal que, devido à enfermidade de uma pessoa da família, vendeu seu velho automóvel, mudou os filhos de escola, alterou a lista de comparas de mercado, com o intuito de ajustar o orçamento familiar. Qual a herança e o legado que deixa? Quanto à herança, esta ainda é uma incógnita. Mas o legado, indiscutivelmente é o de responsabilidade, de amor e zelo pela família, e de equilíbrio financeiro.

As decisões que tomamos são baseadas nos valores que cultivamos ao longo da vida. Estes valores, por sua vez, estão diretamente relacionados à maturidade emocional desenvolvida. A educação financeira, mais do que ensinar a lidar com dinheiro, forma homens e mulheres emocionalmente maduros, resilientes, responsáveis, que correm riscos calculados, capazes de empreender e de serem bem sucedidos.

Medite: 1) Qual o legado que recebi? 2) Quais as bases sobre as quais meus valores estão estabelecidos? 3) Qual o legado que estou deixando?

Palavras de sabedoria: Transmitimos para a geração seguinte mais do que conhecimento. Transmitimos um espírito que molda caracteres e estabelece valores.

Sabedoria da palavra: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” (Bíblia, RA, Provérbios 22:6)

 

Viva compaixão

(*) Wesley W. Cavalheiro é Coach Pessoal, Profissional, Executivo, e Organizacional, com Certificação Internacional pelo GCC – Global Coaching Community (Alemanha), ECA – European Coaching Association (Alemanha/ Brasil), ICI – International Association of Coaching Institutes, e Metaforum Internacional – Akademie Für Kompetenzentwicklung (Itália/Alemanha/Brasil). Contatos: <www.Lumen2You.net>

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s