Quebra-cabeças positivo *

por Wesley Cavalheiro

A vida é como um quebra-cabeça. Às vezes peças não se juntam imediatamente. É um esforço que requer tanto o lado adulto quanto o lado criança de uma pessoa. Às vezes, é necessário que outras pessoas se juntem a nós para nos ajudar a encontrar as peças que nós não conseguimos encontrar. Com frequência nos sentimos frustrados ao tentar forçar peças a se encaixarem em espaços que parecem os corretos, mas que não são, de fato, aquilo que pareciam.

É interessante observar pessoas montarem quebra-cabeças. Algumas se fixam no retrato completo da imagem a ser montada, outros nas peças. Só os gênios pegam as peças e as encaixam pelo formato e tamanho ignorando o retrato completo. Para mim, o retrato na tampa da caixa é a direção e a motivação.

Algumas pessoas focam nas peças que não podem encontrar de modo que perdem a alegria de juntar outras peças que são óbvias e se encaixam facilmente. Para mim, é melhor seguir adiante e deixar um buraco vazio, esperando que a peça seja descoberta por acaso e gere uma futura alegria. Considerando a possibilidade que seja uma peça perdida, é melhor seguir adiante e fazer progresso do que parar para agonizar sobre um ponto vazio. Aqueles que ficam irritados por não serem capazes de encontrar uma peça no quebra-cabeças da vida, ficam embaraçados em sua imaturidade.

Cada pessoa inicia a montagem de uma maneira. Para mim, montar as bordas primeiro faz todo o sentido, mas eu vejo outras pessoas que começam com combinações de cores e formas. Você já viu alguém tentar viver sem construir os fundamentos da vida? Estas pessoas juntam peças aleatoriamente, que ficam soltas sem uma estrutura.

Eventos, pessoas, emoções e realizações são exemplos de peças do quebra cabeças de nossas vidas. Elas não podem ser substituídas umas pelas outras. Cada uma tem seu próprio papel para desempenhar.

As peças de um quebra cabeças não se encaixam por si próprias… É surpreendente quando, ao conectar peças por acaso, seções acabam sendo montadas. Certa vez, um monge budista convertido ao cristianismo disse que por toda a sua vida fora treinado na meditação e que esta, por si só, não tinha sentido. Quando ele encontrou a Cristo, se deu conta que todos os anos de vida devocional agora tinham ganho um significado. Encontrara a verdadeira fonte. As peças se juntaram.

Medite: 1) Qual a figura que está na tampa da minha caixa? 2) Quem está me ajudando a montar o quebra-cabeças? 3) Como lido com a frustração quando as peças parecem não se encaixar?

Palavras de sabedoria: “Para mim, é melhor seguir adiante e deixar um buraco vazio, esperando que por acaso a peça seja descoberta e gere uma futura alegria.”

Sabedoria da palavra: Tudo, porém, seja feito com decência e ordem. (Bíblia, RA, 1 Coríntios 14.40).

 

Viva compaixão

Wesley W. Cavalheiro é Coach Pessoal, Profissional, Executivo, e Corporativo, com Certificação Internacional pelo GCC – Global Coaching Community (Alemanha), ECA – European Coaching Association (Alemanha/ Brasil), ICI – International Association of Coaching Institutes, e Metaforum Internacional – Akademie Für Kompetenzentwicklung (Itália/Alemanha/Brasil). Contatos: <Lumen4You.net>

 

(*) Texto baseado em mensagem de Fred Smith

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s