Eneagrama: um panorama (1)

EneaSimbol1Eneagrama: um panorama (1)

por Richard Rohr

O propósito do Eneagrama não é auto aperfeiçoamento, o que poderia ser a meta do nosso Ego. Ao contrário, é a transformação da consciência de modo que possamos perceber a nossa Essência, nosso verdadeiro Eu. O desenvolvimento da personalidade e a construção do caráter ocorrerão em paralelo, como um corolário, mas este não é o objetivo primário. O objetivo primário de qualquer ferramenta espiritual é a união com Deus/Verdade e, então, nós podemos nos unir a nós mesmos neste processo.

O Eneagrama revela que nós somos frequentemente destruídos pelos nossos dons! Nós nos super identificamos com os nossos pontos fortes e eles se tornam nossos próprios antolhos. Isto propicia uma falha de percepção real e a que nosso “pecado raiz” a permanecer ainda mais oculto a nós. Nós não podemos ver o ar que respiramos todo o tempo. Nossos “pecados” são o outro lado dos nossos dons. Eles são, de fato, a forma com que obtemos nossa energia. Eles “trabalham” para nós (pelo menos nós pensamos que eles fazem). O Eneagrama revela esta falsa fonte de energia para nós e capacita a olhar nosso dilema real no olho. Ele nos confronta com as compulsões e leis sob as quais nós vivemos – geralmente sem consciência – e nos convida a ir além deles e a dar passos para o domínio real da liberdade – liberdade de nosso vício fundamental em nós mesmos.

As pessoas que conhecem o Eneagrama de um modo superficial, ou estão somente no começo do trabalho com ele, podem pensar que ele coloca as pessoas em uma caixa. Mas, na verdade, uma das grandes graças é que elas encontram a si mesmas saindo das caixas que criaram para si mesmas porque elas reconhecem que as caixas são muito limitantes. Ademais, na medida em que elas continuam a trabalhar com o Eneagrama, elas verão seu brilho e que haverá sempre outro nível de descoberta – e então outro nível que venha como uma surpresa e, normalmente, uma humilhação também. Isto as ensina que elas estão no campo da alma e do mistério, se mistério significa algo que é eternamente conhecido e a alma é sua conexão com Deus.

O Eneagrama, como o próprio Espírito da Verdade, sempre nos deixará livres, mas primeiro nos fará miseráveis! Trabalhar com o Eneagrama é intencionalmente humilhante. Nós precisamos sentir, reconhecer e ver o quão exagerada, excessiva e absurda ou falsa é a real fonte de energia que usamos. Se assumirmos a responsabilidade pela nossa própria escuridão, se nós sentirmos quão feriram a nós e aos outros, como tem nos propiciado a não amar a a não sermos amados – se fizermos isto, eu prometo que nos tornaremos alertas para o outro lado, para nossos grandes dons e sua profundidade. Nosso dom é, de modo maravilhoso, nosso pecado sublimado e transformado pela graça. O que é uma surpresa para a maioria das pessoas!

 

Adaptado de The Enneagram: A Christian Perspective, pp. 4-5, 25-27; The Enneagram: The Discernment of Spirits(CD, DVD, download de MP3); e de The Enneagram as a Tool for Your Spiritual Journey (CD, DVD, download de MP3).

 

Eneagrama: um panorama (2) segue

EnneaLumen segue

Qual o seu Tipo de Personalidade do Eneagrama segue 

 

2 comentários sobre “Eneagrama: um panorama (1)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s