Eneagrama: um panorama (2)

EneaSimbol1Eneagrama: um panorama (2)

por Richard Rohr

 

O Eneagrama como um todo (sistema) é chamado de “a face de Deus”. Se você pudesse olhar para a realidade a partir de nove pares de olhos e honrar a todos eles, você iria olhar para a realidade através dos olhos de compaixão de Deus.

O Eneagrama define seus nove tipos humanos com base em nove “armadilhas”, “paixões”, ou “pecados”. Esses pecados podem ser entendidos como soluções de emergência que foram usados no desenvolvimento da primeira infância, como forma de chegar a um acordo com o ambiente da pessoa. Eles eram necessários para a sobrevivência. Mas quanto mais velhos ficamos, mais claramente se revelam como sendo o nosso problema. Ficamos viciados em um conjunto de óculos e antolhos!

Os nove pecados do Eneagrama foram reduzidos pelo Papa Gregório, o Grande, para os “sete pecados capitais”: orgulho, inveja, ira, preguiça, avareza, luxúria, e da falta de moderação (ou gula), mais os dois “pecados” de engano e medo. É interessante notar que a tradição ocidental nunca desmascarou e denominou estes dois últimos como pecados, mesmo a Bíblia mencionando: “Não tenha medo” 365 vezes, segundo me disseram. No entanto, eles são os pecados mais universais da nossa sociedade, sendo ainda mais perigoso porque não os vemos.EneaSimbol2

Os nove tipos do Eneagrama são dispostos no sentido horário sobre a circunferência de um círculo para fins de ensino. Eles são, em seguida, agrupados em três grupos de três, ou trios.

O Oito, o Nove e o Um são chamados de Tipos do instinto. O seu centro de gravidade está no ventre, onde a “matéria-prima” de sua existência está localizada. Eles costumam experimentar a vida demasiada, algo como o sopro sobre todo o corpo, para que o qual eles desenvolvem uma defesa característica: o Oito rebate, O Nove recua e o Um tentar consertá-lo.

O Dois, o Três e o Quatro são os Tipos das Emoções ou os tipos sociais. Embora esta seja considerada a tríade sentimento, eles realmente não têm acesso direto a seus próprios sentimentos. Eles reagem aos sentimentos dos outros! Eles desenvolvem incessantemente atividades para garantir a devoção ou a atenção dos outros. O Dois se apresenta como amável e útil; o Três faz qualquer papel que o faça parecer publicamente “o melhor”; e o Quatro se apresenta como alguém especial e autêntico (para si).

O Cinco, O Seis e O Sete são as pessoas da razão, ou os tipos de autopreservação. Todos eles são atormentados por medo e ansiedade só que, cada um, lidando de forma diferente. O Cinco tenta dominá-lo, ganhando um conhecimento mais correto. O Seis fóbico se articular com uma autoridade ou grupo para a segurança. O Seis contra fóbico pode assumir riscos tolos ou fazer ataques preventivos para superar seus medos. O Sete nega e evita a dor e cria diversão e fantasia. Todos os três são modos inteligentes de viver a partir do seu racional.

Embora cada pessoa tenha um pouco de cada tipo dentro de si, todos têm uma posição predominante, um tipo de Eneagrama, o qual não pode ser mudado completamente, mas que se pode desenvolver em direção a redenção, a transformação, ao Verdadeiro Eu. A teoria da Asa ilustra que cada tipo é equilibrado pelo desenvolvimento dos números que o ladeiam. Por exemplo, o Quatro é equilibrado através do desenvolvimento de ambas as asas Três e Cinco.

EneaSimbol3A teoria da seta nos ajuda a saber como a maturidade pode parecer e nos alerta se não estamos indo bem. A Direção da Integração é o ponto do número para onde a seta aponta (veja o diagrama aao lado). Assim, quando o Cinco está indo bem, ele se assemelha a um Oito saudável e aplica sua pesquisa sólida para trazer paz e justiça para o mundo. A Direção do Desintegração é encontrada EneaSimbol4neste diagrama, invertendo a seta que está apontando para o seu número. Quando o Cinco, por exemplo, não está indo bem, ele assume as características de um Sete não saudável e desenvolve teorias absurdas sobre tudo.

A Teoria da Alma Infantil se encaixa como uma luva na Teoria das Setas porque o número a que um Tipo se assemelha quando integrado é o mesmo que o nosso EU original ou Alma Infantil. Em outras palavras, à medida que amadurecemos, voltamos para o nosso conhecimento primal de quem realmente somos, ou seja, o nosso verdadeiro eu. Assim, o nosso “pecado original” pode ser visto como a nossa compulsão especial do Eneagrama. É a maneira que nós originalmente nos desconectamos da nossa Verdade.

O Eneagrama como um todo (sistema) é chamado de “a face de Deus”. Se você pudesse olhar para a realidade a partir de nove pares de olhos e honrar a todos eles, você iria olhar para a realidade através dos olhos de compaixão de Deus!

 

Adaptado de The Enneagram: A Christian Perspective, pp. 32, 35-36, 45, 85, 88; The Enneagram: The Discernment of Spirits(CD, DVD, download de MP3); The Enneagram as a Tool for Your Spiritual Journey (CD, DVD, download de MP3);  e The Enneagram and Grace: 9 Journeys to Divine Presence(CD, download de MP3

 

Matérias relacionadas e complementares:

Eneagrama: um panorama (1) segue

EnneaLumen segue

Qual o seu Tipo de Personalidade do Eneagrama segue 

Tipo um: a necessidade de ser perfeito segue 

Tipo dois: A necessidade de ser necessário  segue

Tipo Três: A necessidade do sucesso  segue

Tipo Quatro: A necessidade de ser especial  segue 

Tipo Cinco: A necessidade de compreender  segue 

Tipo Seis: A necessidade de segurança  segue 

Tipo Sete: A necessidade de evitar a dor  segue 

Tipo Oito: a necessidade de ser contra  segue 

Tipo Nove: a necessidade de evitar  segue 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s