Eneagrama – Tipo Sete: A necessidade de evitar a dor

EneaSimbol1Tipo Sete: A necessidade de evitar a dor  

por Richard Rohr

O dom do Sete resgatado é alegria sóbria e profundamente fundamentada em face de, e à despeito de, todas as dificuldades da vida.

 

O Sete viveu em um mundo de “suficiência”, um mundo interior de satisfação e essência como o Cinco. O Sete normalmente admite uma espécie precoce de mundo de fantasia onde tudo foi explicado e tinha um significado e fundamento. Quando essa segurança foi ameaçada, talvez por experiências traumáticas da infância, ele decidiu em uma resposta unilateral: “Eu vou fazer tudo de positivo e nada negativo”. Ele já conhecia a Deus como fundamento total e uma realidade totalmente satisfatória, mas agora ele insiste em ter prazer nEle de uma maneira incompleta. Ele já não aceita que o caráter de Deus inclua e incorpore o que lhe é negativo.

A necessidade do Sete é de evitar a dor. Ele é mestre da negação: “Eu não vou admitir participar, diretaEneaSimbol2 ou indiretamente, do lado escuro de qualquer coisa. Eu vou continuar sorrindo, e eu vou fazer o melhor disso”. O Sete irradia alegria e otimismo. O Sete é a “criança eterna”. Mas a alegria do Sete não redimido é o resultado de seu medo de enfrentar a dor e uma ferramenta de seu instinto de autopreservação. O Sete ama horizontes infinitos e mantém suas opções em aberto. Eles inconscientemente evita comprometer-se muito profundamente com alguém ou com alguma coisa porque, no fundo, ele sempre vê a dor à espreita. Além disso, ao se comprometer, os seus próprios limites podem se tornar visíveis, o que também seria doloroso.

O Sete ama aventuras e viagens, porque o “aqui e agora” é sempre chato, doloroso, e insuficiente. Infelizmente, quando chega lá, é sempre uma decepção também. Então ele tem que suspender a aposta e planejar algo ainda mais emocionante. Mas nada que faz o torna realmente feliz. Assim, ele pode se mover em direção vício. Seu pecado raiz é a gula; seu lema é: “Mais é sempre melhor!”

O início da conversão do Sete pode ser algo escuro ou doloroso com o que inicialmente se recusa a lidar. Normalmente, isso significa o enfrentamento da dor que ele não pode evitar, como a morte de um ente querido, a perda de um emprego, ou uma questão de saúde. Então, ele pode finalmente reconhecer que grande parte de sua vida foi caracterizada por fugir da dor. Neste ponto, ele começa a crescer. Como São Francisco, que era um Sete, ele realmente aprende a mergulhar direto no objeto da dor ao invés de fugir dele.

O convite para o Sete é a cooperação com Deus. O Sete não redimido pensa ele é o artífice da sua própria felicidade, e assim ele planeja continuamente novas maneiras de otimizar sua vida. Quando ele coopera com Deus, ele enfrenta a realidade do mundo, que é sempre uma combinação de alegria e dor, e ele aceita os dois lados da vida. Ele vai no caminho de Deus, que conduz através da morte à ressurreição. Ele é capaz de trazer alegria e esperança onde reina tristeza. É o passo do idealismo para um realismo bem desperto.

O dom do Sete resgatado é alegria sóbria e profundamente fundamentada em face de, e à despeito de, todas as dificuldades da vida. O Sete saudável encontra uma auto aceitação profunda quando ele descobrem que é aceito por Deus e pelos outros que lhe são relevantes, não só em relação ao seu lado radiante, mas para todo o seu ser.

 

Adaptado de “The Enneagram: A Christian Perspective”, págs. 47, 146, 147, 150, 151, 155, 159-160, e de “The Enneagram: The Discerniment of Spirits” (DVD e CD)

Portal para o Silêncio: “ Eu quero ver tudo – meu pecado e meu dom”.

Outras matérias relacionadas bem como acesso à descrição dos outros Tipos:
Eneagrama: um panorama segue

 

Eneagrama: um panorama (1) segue

EnneaLumen segue

Qual o seu Tipo de Personalidade do Eneagrama segue 

Tipo um: a necessidade de ser perfeito segue 

Tipo dois: A necessidade de ser necessário  segue

Tipo Três: A necessidade do sucesso  segue

Tipo Quatro: A necessidade de ser especial  segue 

Tipo Cinco: A necessidade de compreender  segue 

Tipo Seis: A necessidade de segurança  segue 

Tipo Sete: A necessidade de evitar a dor  segue 

Tipo Oito: a necessidade de ser contra  segue 

Tipo Nove: a necessidade de evitar  segue 

 

Um comentário sobre “Eneagrama – Tipo Sete: A necessidade de evitar a dor

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s