Coaching Corporativo

Coaching Corporativo (Negócios)

No ambiente corporativo há muitas dores de cabeças. Entretanto, na mesma quantidade existem as oportunidades.
Há, com certeza, seja a organização grande ou pequena, que resume bem o seu sucesso: pessoas.
Pessoas estão na raiz do sucesso ou do fracasso, e são a força motriz de tudo o que acontece na organização.
Definitivamente, não há maneira melhor para subir o nível do que desenvolver as equipes. E por desenvolvimento, entenda-se não somente as capacidades tecno-profissionais.
Os resultados que uma organização produzirá aperfeiçoando todo o seu rol de colaboradores e suas simples habilidades irão exceder as limitações naturais de se focar nas complexas habilidades de uma pessoa. Não somente isto, mas o moral da organização irá começar a melhorar na medida em que a força de trabalho observar que alguma coisa boa e diferente está acontecendo.
É possível mudar uma cultura organizacional.


Não é recomendável contratar um Coach e pensar pequeno. A meta deve ser transformar completamente a cultura da organização através de um “coaching corporativo”.
O coaching de um CEO, vice-presidentes, executivos e gerentes leva-os a se tornarem atentos a si mesmos e às pessoas ao seu redor. Esta é uma habilidade que a maioria das pessoas não possuem. Entretanto, é a que pode fazer a diferença de centenas de milhões de reais.
Toda vez que um funcionário apresenta uma queixa contra o seu gerente por este ser um tolo, há um custo enorme. Multiplique por quantos funcionários a organização tem, então terá quantas horas perdidas, quanta energia e tempo desperdiçados. Não há exagero.
Cada vez que um gestor tem que acalmar os ânimos, e tenta evitar que um funcionário faça uma denúncia, ou pior, entre com uma ação judicial, há um alto custo. Custa muito à organização, bem como a qualidade de vida de alguém e seu trabalho. Trata-se de um ciclo vicioso onde é difícil encontrar quem ganha.

Toda organização encontra problemas de tempos em tempos. Abaixo segue uma lista dos dez serviços mais pedidos em coaching organizacional:

  • O chefe trabalha muito mais horas do que a equipe e tem menos tempo de férias
  • A pessoa passa o dia apagando incêndios ao invés de desenvolver o trabalho
  • O fluxo de caixa é apertado e/ou os lucros são pequenos em relação ao faturamento
  • É difícil motivar a si mesmo ou aos parceiros
  • A pessoa tem sempre que gerar mais informações e novos rumos
  • As vendas da equipe não vão tão bem como poderiam
  • É difícil recrutar, reter, e motivar pessoas de boa qualidade
  • O negócio parece parar quando o chefe não está por perto
  • Há perda de clientes para a concorrência e há a necessidade de reverter a situação
  • Muito já foi aprendido sobre negócios, mas é difícil começar mudanças

Quando se experimenta de tudo por um longo tempo, há a sensação de frustração e cansaço. Fazer o negócio funcionar se torna mais difícil do que… ser empregado (com salário regular, benefícios, e férias); ou simplesmente passar o dia sem se importar com as pessoas ou com o que está acontecendo. Mas não precisa ser assim…
O negócio não precisa ser tão árduo…
Ao iniciar um trabalho ou negócio as pessoas tem a expectativa de melhores benefícios.
Volta e meia se tem conhecimento de pessoas com as quais tudo vai bem no trabalho e nos negócios: um bom marketing, bons métodos de vendas, finanças bem organizadas, força de trabalho funcionando como uma equipe motivada mesmo quando o chefe não está por perto… Isto não é invenção – realmente existem pessoas como estas que tem prazer no trabalho e nos negócios.
A realidade é que somente uma pequena porcentagem das pessoas no mercado sabe como fazer esta realidade acontecer.
O que bloqueia? Como se desembaraçar?
Em geral, as pessoas estão tão ocupadas no combate a incêndios que acham que é muito difícil, ou quase impossível, as coisas mudarem. Gasta-se muito tempo na gestão de problemas interpessoais ao invés da produção; ou talvez não se saiba por onde começar, uma vez que o desafio é enorme.
Independente da quantidade de horas trabalhadas, desenvolver o negócio pó tentativa e erros é o caminho mais longo, difícil e arriscado.
O processo de coaching corporativo começa pelo reconhecimento de que ter habilidades técnicas não torna uma pessoa um expert em gestão. Executar práticas de contabilidade, mecânica, administrativas, etc., não torna uma pessoa capaz de prospectar clientes, ou de desenvolver equipes e pessoas, ou de ter visões inovadoras, etc.


Os passos seguintes, com a compreensão de onde se quer realmente chegar – uma revisão da visão do negócio, do plano de negócios em uma versão simplificada e prática, metas claras e indicadores para se ter certeza de que se está indo para onde se quer chegar; o estabelecimento de ações para tornar a visão realidade – em etapas e fases diárias, semanais, e mensais, na dimensão desafiadora, necessária, e possível.

Durante os primeiros meses a organização terá mudanças graduais até que um dia se olha para trás e se vê, com surpresa, o quanto se mudou e avançou. Em menos tempo, menos estresse, maior desempenho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s